O Ar-Condicionado Influencia Para o Sono Excessivo no Trabalho? Gela Rapido
Home / Notícias / O Ar-Condicionado Influencia Para o Sono Excessivo no Trabalho?

O Ar-Condicionado Influencia Para o Sono Excessivo no Trabalho?

O Ar-Condicionado Influencia Para o Sono Excessivo no Trabalho?

Se aguentar a temperatura muito quente em casa sem ar-condicionado já é difícil, para quem trabalha em escritório é impossível imaginar passar um dia de rotina diária se quer sem o aparelho de ar condicionado. Ainda mais, em dias calorosos de verão, onde o calor atrapalha, o sono de noites mal dormidas atrapalha e consequentemente o rendimento que também se torna fraco também atrapalha. No entanto, você sabia que quando usado em excesso, o dispositivo pode prejudicar a disposição e causar mais cansaço ainda?

Você deve estar imaginando como o ar condicionado é responsável por este problema de cansaço certo?

O Ar-Condicionado Influencia Para o Sono Excessivo no Trabalho? Se aguentar a temperatura muito quente em casa sem ar-condicionado já é difícil, para quem trabalha em escritório é impossível imaginar passar um dia de rotina diária se quer sem o aparelho de ar condicionado. Ainda mais, em dias calorosos de verão, onde o calor atrapalha, o sono de noites mal dormidas atrapalha e consequentemente o rendimento que também se torna fraco também atrapalha. No entanto, você sabia que quando usado em excesso, o dispositivo pode prejudicar a disposição e causar mais cansaço ainda? Você deve estar imaginando como o ar condicionado é responsável por este problema de cansaço certo? Durante o momento em que ele trabalha para refrigerar o ambiente, o aparelho libera uma certa quantia de dióxido de carbono (CO2) dentro do ambiente climatizado. Além dos condicionadores de ar, existe outra fonte responsável pela emissão desta substancia, a própria respiração. Isso mesmo a respiração é uma fonte também, já que o corpo humano ingere O2 e libera CO2 naturalmente, a proposito esta parcela liberada pode ser superior a originada pelo sistema de climatização. Portanto, quando não ocorre a renovação do ar, este gás tende a ficar no local, criando uma sensação de sono excessivo, além de afetar a capacidade de concentração que chega a dificultar a tomada de decisões com clareza. A concentração de dióxido de carbono pode ser de duas a oito vezes mais alta em ambientes fechados podendo chegar a 1000 ppm do que nos locais abertos que chega a aproximadamente 380 ppm. Já nas salas de aula, a concentração de CO2 é ainda maior, podendo atingir a 3000 ppm. O excesso dessa substancia pode causar consequências como fraqueza, dor de cabeça, fadiga, enjôo, além de outros sintomas relacionados a irritação da membrana mucosa, como irritação ocular, nasal e da garganta. Se você não deseja passar por isso, não se desespere pois a soluções para isto. Para que você diminua o cansaço e os demais sintomas, é importantíssimo preservar a qualidade do ar. E para que isso aconteça, é necessário manter os aparelhos de ar-condicionado sempre limpos e higienizados. Além disso, o ideal é desligar o aparelho por 30 a 40 minutos ao dia e manter as janelas e portas abertas do ambiente para que ocorra a circulação de ar, diminuindo a concentração de dióxido de carbono. Utilizar umidificadores de ar pode contribui também, pois ele mantem a umidificação do ar em dia, colocar plantas no local também pode ajudar. Super simples lidar com o ar-condicionado e o mal estar no trabalho né? Siga estas soluções e tenha um desempenho eficiente e um conforto maravilhoso em seu trabalho sempre

Durante o momento em que ele trabalha para refrigerar o ambiente, o aparelho libera uma certa quantia de dióxido de carbono (CO2) dentro do ambiente climatizado. Além dos condicionadores de ar, existe outra fonte responsável pela emissão desta substancia, a própria respiração. Isso mesmo a respiração é uma fonte também, já que o corpo humano ingere O2 e libera CO2 naturalmente, a proposito esta parcela liberada pode ser superior a originada pelo sistema de climatização. Portanto, quando não ocorre a renovação do ar, este gás tende a ficar no local, criando uma sensação de sono excessivo, além de afetar a capacidade de concentração que chega a dificultar a tomada de decisões com clareza.

A concentração de dióxido de carbono pode ser de duas a oito vezes mais alta em ambientes fechados podendo chegar a 1000 ppm do que nos locais abertos que chega a aproximadamente 380 ppm. Já nas salas de aula, a concentração de CO2 é ainda maior, podendo atingir a 3000 ppm.

curso energia solar ganhe dinheiro

O excesso dessa substancia pode causar consequências como fraqueza, dor de cabeça, fadiga, enjôo, além de outros sintomas relacionados a irritação da membrana mucosa, como irritação ocular, nasal e da garganta. Se você não deseja passar por isso, não se desespere pois a soluções para isto.

Para que você diminua o cansaço e os demais sintomas, é importantíssimo preservar a qualidade do ar. E para que isso aconteça, é necessário manter os aparelhos de ar-condicionado sempre limpos e higienizados. Além disso, o ideal é desligar o aparelho por 30 a 40 minutos ao dia e manter as janelas e portas abertas do ambiente para que ocorra a circulação de ar, diminuindo a concentração de dióxido de carbono. Utilizar umidificadores de ar pode contribui também, pois ele mantem a umidificação do ar em dia, colocar plantas no local também pode ajudar.

Super simples lidar com o ar-condicionado e o mal estar no trabalho né? Siga estas soluções e tenha um desempenho eficiente e um conforto maravilhoso em seu trabalho sempre.

Nossa Nota Leitor
[Total: 1 Média: 5]

Gostou, Compartilhe!

    Sobre Mayara Torres

    Veja Também

    dicas para comprar um ar condicionado economico

    5 Dicas Simples Para Escolher um Ar Condicionado

    Um bom ar condicionado tem muita serventia e nos ajuda a ficar longe deste “inferno na terra”, como muitos dizem. Veja as dicas que separamos no site.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *